Algo que me explique Caros Megume e Naoko

Caro Megume e Naoko,

Já tenho um diagnóstico para mim.
Algo que me explique.
Tenho urgência em viver.
Como isso é forte, e acaba imprimindo um ritmo inusitado em minha vida.
Pode ser confundido com muitos outros diagnósticos psiquiátricos, inadvertidos, neste caso, se usados.
Ansiedade, aceleração, irritabilidade, polaridade, etc etc…
Não. Simplesmente a vida urge em mim.
Intensa…Forte…Vibrante em seu colorido…Adrenérgica…Simplesmente, como se fosse pouco e de fácil administração, a vida faz seu chamado glamuroso. E eu o sigo…

Mas pq terá se constelado em mim essa urgência?
Será resultado de um feminino imemorial (atado) em seus véus?
E que, em mim deságua forte, quando tive a chance, a conjunção astral favorável, os encontros firmes e certos, de aprender a usar estes véus, um dia aprisionadores, não como uma defesa ou prisão, mas como véus para me proteger, e um a um me desnudar diante de quem eu quiser, e me revelar na minha essência mais íntima?
Será daí a origem dessa urgência de viver a vida?
A ancestralidade me compelindo, compulsoriamente, para vida, para o prazer, para as alegrias que se misturam em nosso cotidiano entediante, muitas vezes, mas que por causa da fé vou em busca, pois encontro sempre, e inesperadamente, onde nem imaginei estar ali e naquele momento a sorte de me sentir plena, farta de alegria, caminhando inspiradamente a alguns cms do solo, onde a vida ganha outro colorido, outra dimensão…é lindo!

Atêlie Matéria da Terra - Esculturas e Cerâmicas - cel.: +55 11 9915 9910
Copyright 2017 - Nadia Saad - Todos os direitos reservados